Cartórios - Quem Protege Você? :: Blog :: JF Empregos - Vagas de emprego em Juiz de Fora e região.

Publicidade

Fechar [x]

Em virtude do recesso de fim de ano, não haverá atendimento entre os dias 23 de dezembro e 5 de janeiro. Boas festas! :) 

Blog


Colunistas

Coluna

Mercado de trabalho e carreira

Flávia Gouvêa

Coluna

JF Empregos

Equipe JF Empregos

Coluna

Liderança e qualidade

João Carlos Batista

Coluna

Português certo = Emprego certo

Prof. Macarrão Santos

Coluna

Sucesso profissional na era digital

Adriano Sant'Anna

Coluna

Inteligência financeira pessoal

Jorge Felipe Miguel

Coluna

JF Empregos Jurídico

Aidê Galil


Publicidade

Colunista: Aidê Galil

JF Empregos Jurídico

Aidê Galil

Cartórios - Quem Protege Você?

Publicado em: 07 de Outubro de 2019

Cartórios - Quem Protege Você?

Lançada em São Paulo para se estender por todo o Brasil, a campanha “Cartórios, quem protege você” visa levar ao público o conhecimento da importância do cartório na vida dos cidadãos.

Para o publicitário Luiz Lara, da empresa TOBEGOOD, à frente da campanha, os cartórios pouco se dedicaram a investir e cuidar da sua imagem, permitindo que se criasse uma imagem distorcida de “sinônimo de privilégio e burocracia”, até mesmo dentro do próprio Poder regulador, que cada vez impõe mais normas e mais punições.

A campanha, a meu sentir, é de extrema importância não só para por fim à imagem negativa que pesa sobre os cartórios, mas para mostrar aos cidadãos que é de fato a fé pública portada pelos documentos produzidos ou reconhecidos como verdadeiros e válidos pelo cartório é que protege as pessoas, seu patrimônio, sua cidadania, com reconhecimento de nascimento, casamento, união estável, hétero e homoafetiva, separação, divórcio, inventário e partilha de bens,  testamento, diretivas antecipadas, testamento vital e mais uma infinidade de atos que protegem os cidadãos.

Deixado ao largo a sua boa imagem, os cartórios agora precisam, como se diz na gíria, correr atrás do prejuízo. Para que isso aconteça, no entanto, vão precisar começar o movimento de dentro para fora. Será preciso melhorar no quesito atendimento ao público - o que demanda treinamento e formação de uma equipe comprometida – e transparência, cuja falta muitas vezes advém da correria do dia-a-dia do cartório, que sofre com uma burocracia asfixiante imposta por regras e mais regras, exigências e mais exigências, do poder fiscalizante. Felizmente a tecnologia veio socorrer também a atividade, que hoje é fiscalizada por sistemas e critérios virtuais, com toda a prestação de contas da atividade podendo ser acessada através do Portal da Transparência, dentre tantos outros mecanismos tecnológicos.

De outro lado os cartórios também foram amplamente contemplados com o uso da tecnologia, tendo inclusive como novidade o recebimento das taxas e emolumentos cartoriais por cartão de débito e crédito, até mesmo com parcelamento do pagamento dos serviços no cartão. Além disso, a desjudicialização de vários dos procedimentos aqui citados, quando não há conflitos entre as partes, visa só não desafogar o Judiciário como também dar celeridade à obtenção dos documentos pelos interessados, o que é de extrema importância para os interessados se considerarmos a demora que onera tais pedidos na Justiça, que nem sempre consegue atingir o objetivo dado pelo seu nome. Veja-se que, ao contrário do entendimento vigente, o cartório tem contribuído cada vez mais para a desburocratização, ao mesmo tempo em que a fé pública que ele atribui aos seus atos, protege o cidadão. Daí ser de grande importância a campanha publicitária em questão para que a sociedade saiba da facilidade com que pode resolver essas suas demandas nos cartórios. A campanha visa, então, esclarecer à sociedade civil sobre a relevância dos serviços prestados pelos cartórios. Isso vai exigir mais dos cartórios também.

É fundamental que estes saibam que o cliente só volta se for bem tratado e que o discurso dissociado da prática nada vale. Seguindo a toada e aproveitando da oportunidade que me foi outorgada pelo JF Empregos, passarei a tratar aqui de temas afetos aos cartórios que considero importante e que sejam esclarecidos aos leitores.


Mais de 4710 empresas divulgando
suas vagas no JF Empregos




VER TODAS AS EMPRESAS